Conecte-se conosco

Maníaco da seringa em Caicó? Hospital atende 14 foliões atacados com agulhas

Rio Grande do Norte

Maníaco da seringa em Caicó? Hospital atende 14 foliões atacados com agulhas

Maníaco da seringa em Caicó? Hospital atende 14 foliões atacados com agulhas

Os dias de carnaval em Caicó foram marcados por momentos de aflição para alguns foliões. Desde o sábado, 14 pessoas deram entrada no Hospital Regional do Seridó, em Caicó, relatando ataques com seringas no meio da folia.

As vítimas foram submetidas à profilaxia pós-exposição (medida preventiva a exposição pelo HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis). Todos os testes deram negativo, segundo a diretora do Hospital Regional de Caicó.

Ao total, aproximadamente 20 pessoas procuraram atendimento por possíveis ataques com agulhas, mas nem todas quiseram a medicação devido aos possíveis efeitos colaterais – a folia em primeiro lugar.

Segundo a Polícia Civil, nenhuma das vítimas atendidas no hospital prestou qualquer tipo de queixa.

O Maníaco da Seringa

Já existem alguns casos no Brasil desse maníaco que anos atrás não passava de lenda. No Ceará um louco saiu furando mulheres com uma seringa, mas ele – para a sorte de todos – não tinha o vírus da AIDS.

Em São Paulo, Rio de Janeiro e na Bahia também houveram vários casos, mas ninguém ficou contaminado com a doença.

Ano passado (2018), durante as festividades do São João de Campina Grande, 34 pessoas relataram ataques com um objeto que lembrava uma seringa.

Veja também: As 9 maiores lendas urbanas que já existiram em Natal

Nota da Prefeitura:

“Município de Caicó vem através desse comunicado fazer um alerta aos foliões sobre práticas delituosas no circuito do carnaval.

O Município de Caicó, através da organização do Carnaval de Caicó 2019 alerta à população sobre algumas práticas delituosas que ocorreram no Corredor da Folia, no sábado (02), onde duas mulheres foram feridas com agulha em seringa.

De acordo com Vanessa Dias de Araújo Barreto – Diretora Administrativa do Hospital Regional, as vítimas procuraram o atendimento no hospital e foi iniciada a profilaxia pós exposição, que é uma medida de prevenção de urgência à exposição pelo HIV, hepatites virais e outras infecções sexualmente transmissíveis. Foram feitos também os testes rápidos para essas mesmas doenças e as pacientes foram encaminhadas para o serviço de assistência especializada do município, para posterior acompanhamento com infectologista e repetição de exames.

O Município de Caicó informa ainda que os órgãos de segurança estão cientes do ocorrido e irão trabalhar neste domingo (03) ostensivamente para que essa prática criminosa seja inibida.”

Com informações do G1/RN e do portal OP9

Deixe um comentário
Mateus Ângelo

Idealizador do TodoNatalense. Sou Designer Gráfico e Social Media desde 2013. Atualmente trabalho como diretor de comunicação no município de Ceará-Mirim.

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Rio Grande do Norte

Popular

Publicidade
Topo