Conecte-se conosco

Conheça alguns motivos pra Banda Grafith ser tão fuderosa

Curiosidade

Conheça alguns motivos pra Banda Grafith ser tão fuderosa

Conheça alguns motivos pra Banda Grafith ser tão fuderosa

É impossível falar da música potiguar e não falar da Banda Grafith. O grupo está há mais de 30 anos se mantendo no sucesso, coisa extremamente difícil no cenário musical atual, onde normalmente os artistas vivem de altos e baixos, ou até mesmo lançam apenas um hit e somem.

Decidimos nessa postagem debulhar o sucesso do Grafith, claro que com um pouco de humor e ficção, mas também com um fundo de verdade por trás.

1. Os filhos de Francisco precisavam tomar ovo cru para ter uma boa voz, mesmo assim a voz de Zezé, após alguns anos, se desgastou. Kaká do Grafith nunca precisou de ovo cru e até hoje tem a mesma voz de 273 anos atrás, quando começou a cantar.

2. Seja quem você for, quando escuta um grito “FORÇA E PUDOOOR, LIBERDADE AO POVO DO PELÔ” você liberta o pinta que existe dentro de você e quer sair ‘polgando’ e curtindo o grafithaum como se estivesse em pleno carnaval de Macau.

Veja também: PRA PINTA ENTENDER: a complexa letra da música ‘Êh Faraó’, repertório da Banda Grafith

3. Eles cantam em inglês. Não quero saber de você e seu curso na Wizard, os caras têm melhor pronúncia que os próprios ingleses e americanos, porque eles são legítimos mitos e não erram.

4. Eles já tocaram duas vezes no UFC, um dos maiores e mais ricos eventos esportivos do mundo. O único artista de Natal que já tocou em um lugar superior foi Zezo, que tocou no Kintal II, a casa de show mais elegante e ‘phyna’ de Natal.

5. O cabelo do Kaká é um dos mais charmosos do mundo. Dizem que a Clear já fez contato para que ele se torne o personagem para o seu novo comercial – visto que Cristiano Ronaldo não é tão estourado para tal –  e querem levar o Joãozinho (guitarrista) no pacote para o merchan.

6. Além de intérprete, a banda tem composições, entre elas a música das “Duas Almas que se encontraram”, que é digna de um roteiro de Hollywood ou um seriado na Netflix.

7. A banda pode até nunca ter tocado no Rock In Rio, mas já se apresentou (e saiu com vida) em inúmeros eventos no Norte Casa Show e no Petyscão, feito digno de uma página no Guinness Book.

Veja também: As 10 músicas do Grafithão que não podem faltar na sua playlist

8. Como todas as grandes bandas e artistas, o Grafithão tem rivais que disputam o coração do seu público alvo. A Banda Última Hora toca um estilo bem semelhante e também é muito querida pelo público pinta, isso gera uma rivalidade sadia e só quem ganha é a música potiguar.

Curtiu esse conteúdo? Compartilhe com seus amigos e viaje um pouco mais pelo nosso site.

Deixe um comentário
Mateus Ângelo

Idealizador do TodoNatalense. Sou Designer Gráfico e Social Media desde 2013. Atualmente trabalho como diretor de comunicação no município de Ceará-Mirim.

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Curiosidade

Popular

Publicidade
Topo