Conecte-se conosco

Carnaval de Natal movimenta a economia formal e informal da cidade

Entretenimento

Carnaval de Natal movimenta a economia formal e informal da cidade

Carnaval de Natal movimenta a economia formal e informal da cidade

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte, divulgados durante a semana, a ocupação hoteleira em Natal, durante o Carnaval, se aproximava dos 90%.

Mas, além da economia formal, a festa popular tem ajudado no sustento de várias famílias que dependem da economia informal.

O chefe de garçom peruano, Netonito Martin Matos, 44 anos, aproveitou o sucesso do Carnaval de Natal para conseguir o dinheiro do aluguel e da alimentação. Nesta terça-feira (5/3), ele vendia seus balões no Polo Ponta Negra.

Desempregado, ele disse que o Carnaval tem sido ótimo para ele. “Estou muito feliz. Consegui pagar meu aluguel e ainda tem mais festa hoje e até amanhã (quarta-feira de cinzas)”, comentou.

O vendedor de espuma, Cesar Luis Oliveira, 41 anos é motorista, tem emprego fixo e disse que aproveita a folia para aumentar a renda familiar.

“Foi tudo muito bom. Complemento minha renda. O carnaval foi ótimo, espero que tenha muitos como esse”, disse.

A Federação do Comércio do Estado – Fecomercio realiza anualmente uma pesquisa sobre a qualidade da festa, consumo, entre outras coisas. Os resultados são conhecidos após o Carnaval.

Nesta terça-feira, pesquisadores percorriam o Polo Ponta Negra ouvindo os foliões. Sem adiantar resultados, o pesquisador comentou que a maioria dos ouvidos tem aprovado a festa de Natal.

Deixe um comentário
Mateus Ângelo

Idealizador do TodoNatalense. Sou Designer Gráfico e Social Media desde 2013. Atualmente trabalho como diretor de comunicação no município de Ceará-Mirim.

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Entretenimento

Popular

Publicidade
Topo